CAMPO, Demolition

CAMPO, Demolition
- Teresina, Piauí
Quando a plataforma de dança Demolition Incoporada surgiu em 1955, Nova Iorque, já tinha o objetivo de não se estabelecer como companhia fixa, mas um lugar a ser ocupado sempre quando em processo de trabalho, ou em situação. Surge como necessidade do coreógrafo Marcelo Evelin, do criador de arte John Murphy, da bailarina Anat Geiger e do técnico de som Jaap Lindijer, de criarem esse lugar horizontal e multidisciplinar de colaboração entre artistas, grupos, instituições e fundações que atuam no âmbito da arte contemporânea. Em 2006, Demolition Inc. passou a atuar em base no bairro de São João, Teresina, Piauí, cidade com a qual passou a operar sócio politicamente com ações pedagógicas de formação de artistas e público, assim como a criação de novas formas de se produzir conhecimento que dança. O estúdio em Teresina também é canteiro de obras para o programa CAMPO de residências artísticas,  que faz parte da rede de conexões da plataforma Brasil Cena Aberta.

Com corpo, tornar-se corpo, aproveitando o incorporado do próprio nome.

CAMPO é um espaço que instiga e abriga processos de criação através de Residências Artísticas, e se dedica a formular um modo de Gestão a partir de objetos estéticos e em atravessamento mútuo com a comunidade. Um lugar para se pensar, fazere desfazer com Arte e áreas afins, implantado pelo coreógrafo Marcelo Evelin e a produtora-gestora cultural Regina Veloso.

Localiza-se no bairro São João, em Teresina-Piauí, com mais de 1.500m2 de área multiuso. Um dos estúdios é o canteiro de obras de Evelin com sua plataforma de pesquisa em arte contemporânea Demolition Incorporada. Desde 2018, compreende também o Estúdio Debaixo, núcleo de investigação em artes visuais coordenado por Maurício Pokemon.